mensagem do

Diretor

UM INÍCIO DE ANO RECHEADO DE SURPRESAS

Esta é a 7º temporada desde a abertura do requalificado Fórum Municipal Luísa Todi. Tendo em vista o público de Setúbal e o que não pertencendo ao concelho nos visita, é primeira preocupação de, com qualidade, atualizar as tendências que novos artistas nacionais nos disponibilizam numa renovação imparável, quer da chamada cultura clássica, até às ofertas mais populares. O nascimento de agrupamentos de grande impacto, é sempre um ato de louvar e acreditar que o universo artístico se renova e o universo de público anónimo também, nomeadamente nas zonas de influência menos atingidas por rotinas.Neste quadrimetre merece destaque especial o nascimento de mais uma grande orquestra sinfónica no país, que faz da estratégia das digressões, um modo de vida que ajuda muitas vezes sítios recônditos a contactarem as obras dos grandes mestres da história da música, um projeto de grande responsabilidade. Saúde-se assim, de forma muito especial, a apresentação da Orquestra Filarmónica Portuguesa e do seu maestro titular Osvaldo Ferreira em estreia na capital do Sado, na V Temporada Sinfónica de Setúbal, com a colaboração de um jovem pianista português Raúl da Costa, nascido em 1993 na Póvoa de Varzim, que interpretará o célebre, quão dificílimo, Concerto para piano e orquestra nº1 em si bemol menor, op.23 de Tchaikovsky. A restante programação sinfónica do quadrimestre completa-se com três atuações das Orquestras Metropolitanas, a Titular e a Académica. O ano inicia-se com o Grande Concerto de Ano Novo com uma programação maioritariamente vienense, habitual nas grandes cidades e especialmente nesta quadra festiva, sob a direção de Evgeny Bushkov a que se segue ainda em Janeiro uma homenagem a um dos maiores compositores de sempre da história da música portuguesa, Joly Braga Santos. Venha ainda descobrir ao vivo, porque é que o programa da Académica Metropolitana em Março se chama Sinfonia dos Adeuses. Só num concerto ao vivo, se percebe a razão desta denominação.E como se perceberá o presente quadrimestre apresenta grande polos de atração em torno de diversas formas artísticas e de criatividade. A Yellow Star Company apresenta o musical americano de grande sucesso, GREASE celebrizado em 1978 por John Travolta e Olivia Newton-John no cinema e neste palco a 11, 12 e 13 de Janeiro com Diogo Morgado e Mariana Marques Guedes à frente de um grande elenco encenado por Paulo Sousa Costa.No campo do bailado destaque-se a criação de Fernando Duarte estreada em Braga e já apresentada em Nova Iorque, sobre duas personagens míticas da história de Portugal - Murmúrios de Pedro e Inês - com a colaboração da bailarina Solange Melo. A Academiade Dança Contemporânea de Setúbal apresenta produções em Fevereiro e Abril, coincidindo uma das atuações com o Dia Mundial da Dança.O VI CICLO DE CONCERTOS ÍNTIMOS inaugura-se com a estreia da digressão de Diogo Piçarra para apresentação do seu novo trabalho

Abrigo, que deixará Setúbal por alguns dias sob a mira dos órgãos de comunicação social especialmente atentos ao novo trabalho do jovem intérprete. Em Fevereiro apresentam-se pela primeira vez no Luísa Todi duas das mais talentosas artistas da nova geração, Cristina Branco, primeiro e Luísa Sobral, doze dias depois, esta última em atuação especial para o Dia dos Namorados e simultaneamente na 5ª edição do Festival Montepio às Vezes o Amor.Diversas produções teatrais são apresentadas quer por prestigiadas companhias nacionais quer por companhias sediadas em Setúbal. A Companhia de Teatro de Almada apresenta com encenação de Rodrigo Francisco a peça de Romeu Correia, Bonecos de Luz; a Companhia Artistas Unidos apresenta-se com o clássico de Arthur Miller com encenação de Jorge Silva Melo, Do Alto da Ponte; a Companhia do Teatro Estúdio Fontenova apresenta O Auto da India de Gil Vicente com encenação de Rogério de Carvalho; Dona Natureza de Eduardo Leão Waisman, será a 35ª Produção do GATEM-Espelho Mágico com encenação de Miguel Assis. O Dia Mundial do Teatro, proposto pela Divisão de Cultura da Câmara Municipal de Setúbal apresenta pela primeira vez na nossa cidade a Companhia Teatro do Eléctrico com a peça A Noite da Dona Luciana de Copi com encenação de Ricardo Neves-Neves. Neste Dia Mundial do Teatro além de o preçário de ingresso ser de apenas 5€, se vier acompanhado, teremos muito prazer em lhe oferecer o segundo bilhete. Homenageamos ainda este quadrimestre a grande escritora Alice Vieira, que passará um domingo inteiro connosco. Assistirá à representação da sua peça infantil A Trisavó de Pistola à Cinta de tarde e à noite será a figura central da homenagem com a presença de muitos amigos intitulada Alice Vieira - Do Outro Lado do Espelho. Toda a homenagem será uma co-produção do Forum Municipal Luísa Todi e Área de Serviço do Cartaxo, com conceção e encenação de Frederico Corado. Também não passam em vão os 90 anos do nascimento de Zeca Afonso, num espectáculo dirigido por Davide Zaccaria, com João Afonso, Filipa Pais, Zeca Medeiros e Maria Anadon e produção de José Moças (Tradisom). No Dia Internacional da Mulher (8 de Março) apresenta-se o espetáculo Bandida com Marta Dias e Carlos Barreto Xavier.Completam a programação deste quadrimestre os espetáculos das Tunas, a Masterclass de Lauro António às segundas feiras dedicada à figura do actor, o Circulo de Jazz de Setúbal com a Orquestra de Jazz do Hot Clube de Portugal, o IV Encontro de Antigos Alunos do Conservatório Regional de Setúbal, O habitual Encontro de Coros promovido pelo Coral Infantil de Setúbal e ainda a Gala de Desporto de Setúbal e a iniciativa Setúbal Uma Baia a Ler.E não se esqueça de passar o Carnaval connosco, durante dois dias com Herman José e as suas Máscaras do Herman de Nelo a Serafim de Tony Silva a José Estebes na companhia do quarteto do maestro Pedro Duarte.Bom ano de 2019.

João Pereira Bastos

Diretor