A carregar Espetáculos

Espetáculos

Música

ComTradições

Corpo Estranho – Seiva – B Fachada

comemorações do 25 de Abril

Dia 10 MAI . quinta . 21H00

Porque a Liberdade se deve celebrar todos os dias, Setúbal continua a festejar o 25 de Abril como se fosse hoje.

Nesse sentido, a Câmara Municipal organiza uma noite de música inspirada no título “ComTradições”, em que reúne grupos de música, que cantam em português e que se inspiram na tradição da música nacional.

Esta fórmula de liberdade, tradição e portugalidade, resulta num serão ao som de Um Corpo Estranho, Seiva e B Fachada.

A entrada para este espetáculo também respeita o espírito de Abril: é livre.

Um Corpo Estranho
21h00

João Mota e Pedro Franco, naturais de Setúbal, surgem como contadores de antiestórias.

Eles são as duas metades deste agente sonoro que, em pleno processo simbiótico, se propõe alojar nos nossos ouvidos com a intenção assumida de nos legar alguns fantasmas que acreditam ser comuns a todos.

Depois do bem-recebido disco de estreia, “De não ter tempo”, editado em 2014, voltaram a surpreender em 2016 com “Pulso”.

Para comemorarmos Abril, pedimos a estes setubalenses que preparassem um espetáculo para o efeito. E assim será.

Seiva
21h45

Seiva é folk de identidade portuguesa a mostrar a sua força vital. A misturar a oralidade rural e a urbanidade.

Seiva é olhar para dentro para procurar uma raiz cultural e musical e encontrar alma portuguesa nas canções de trabalho, nas romarias, nos adufes e pandeiros, nas canções de fé, na força dos bombos que fazem o coração bater mais forte. Nos ritmos que o tempo ainda não perdeu, mas que se foi esquecendo.

Sentir essa essência na viola braguesa, no cavaquinho, nas gaitas de foles, mas também no olhar em frente e no desbravar de novos caminhos, misturando eletrónica e eletricidade sem pudores nem purismos.

A nutrir o presente com o vigor do passado para abraçar o futuro. E lembrar que tudo isto é emoção portuguesa, mas nem tudo isto é triste e é muito mais que fado. Tudo isto é Seiva.

Joana Negrão (voz, adufe, pandeireta, gaitas portuguesas)

Vasco Ribeiro Casais (braguesa, gaitas portuguesas, bouzouki português, percussões)

Rita Nóvoa (percussões)

B Fachada
canta José Afonso
23h00

Fachada faz parte da primeira geração a crescer com a memória de Zeca Afonso. Daí uma maior facilidade em ver ética onde outros viam moral.

O cantor crê que a obra de Zeca pode ser medida tanto pela sua universalidade, quanto pelas suas circunstâncias. “Ela levanta muitas perguntas. Nunca é só didática”, diz. “Mas a génese do Zeca está nas canções. A sua música intervém musicalmente”. Ou seja, receia que uma exclusiva associação ao período revolucionário impeça a adesão às suas qualidades mais transcendentes ou sugira que as contradições que diagnostica tenham sido superadas.

“Os assuntos sobre os quais se debruça vêm de há muito… e cá continuam”. Por isso, busca “um autor comum, a meio entre os dois”.

“É que a intelectualidade nunca o separou do êxtase do som”. Em 2014 gravou “Já o Tempo se Habitua” – em que Zeca dizia: “Nem o voo do milhano/ Ao vento leste/ Nem a rota da gaivota/ Ao vento norte/ Nem toda a força do pano/ Todo o ano/ Quebra a proa do mais forte/ Nem a morte”. Assim é.

Detalhes

Data:
10 Maio
Hora:
21:00 - 21:10
Categoria de Espetáculo:

Outro

Barra lateral

BILHETES: Entrada livre

SINOPSE: Um Corpo Estranho, Seiva e B Fachada cantam Abril, em português, ao ritmo de uma tradição moderna

ORGANIZAÇÃO: Câmara Municipal de Setúbal

OUTRAS INFORMAÇÕES: Evento integrado nas comemorações do 25 de Abril

© 2018 . Fórum Municipal Luísa Todi . Todos os direitos reservados