Todos os Eventos

Novembro – Dezembro 2017

Nov 18 Sáb
Depois de Outubro
Depois de Outubro @ Sala Principal

A Orquestra Sinfónica Metropolitana, dirigida pelo maestro Evgeny Bushkov e acompanhada pela violinista Ana Pereira, apresenta a IV Temporada de Música, realizada com o apoio da Sapec.

Concerto constituído pelas obras “Outubro”, Op. 131., e Sinfonia n.º 12, Op. 112, “O Ano de 1917″, de Dmitri Schostakovich, e Concerto n.º 2 para Violino e Orquestra, Op. 63, de Serguei Prokofiev.

Depois de Outubro

A Grande Revolução Socialista de Outubro aconteceu, de facto, em novembro de 1917, atendendo ao Calendário Gregoriano que a partir daí passou a vigorar também na Rússia.

A Velha Guarda Bolchevique liderou a revolta contra o último czar. Invadiu o Palácio de Inverno em Petrogrado (atual SãoPetersburgo) e anunciou um capítulo da história da Humanidade cujas mudanças não se limitaram a uma maneira diferente de contar os dias. A configuração geopolítica da Europa e do mundo alterou-se profundamente desde há precisamente cem anos.

A importância do episódio foi celebrada ao longo dos tempos com exaltação ou repulsa, conforme os partidários. Por ocasião do jubileu, e inevitavelmente enredado na máquina de propaganda soviética, Schostakovich fez estrear em Moscovo o poema sinfónico “Outubro”. Já antes, em 1961, havia composto a Sinfonia n.º 12, inspirada na figura de Lenin naquele contexto.

A Arte ao serviço da Política versus a Política ao serviço da Arte, era este o enigma que partilhava com outros compositores.

No caso de Prokofiev, resultou numa diversidade estilística que é bem patente no Concerto para Violino n.º 2, uma das últimas obras que compôs antes de regressar à Rússia, após uma carreira internacional fulgente.

Nov 19 Dom
Fábrica dos Sonhos
Fábrica dos Sonhos @ Sala Principal

A “Fábrica dos Sonhos” é o espetáculo de teatro musicado para toda a família.

Um espetáculo que fala dos sonhos de uma criança que vê o mundo de forma diferente, mas que é atormentado por pesadelos que são sonhos para outros.

Uma história com muita luz, cor e música que pretende passar uma mensagem de esperança e de aceitação e respeito pela diferença.

Nov 20 Seg
O Aeroplano
O Aeroplano @ Sala Principal

Um antigo piloto de caças, que ganhou fobia a voar, vê-se forçado a entrar no voo comercial para ter alguma hipótese de reconquistar a antiga namorada.

Durante a viagem, os pilotos da aeronave ficam gravemente doentes devido a uma intoxicação alimentar e, de repente, o destino de todos os passageiros recai na capacidade do frágil ex-piloto militar em ganhar controlo do avião desgovernado e dos seus próprios nervos.

“Grandes Cómicos, Grandes Comédias” dá o mote à atual masterclass que o cineasta e crítico cinematográfico Lauro António traz ao Fórum Municipal Luísa Todi.

Mais de meia centena de obras estão em destaque ao longo do programa dinamizado durante o ano. Este é o quarto ciclo que Lauro António apresenta em Setúbal, depois de séries dedicadas aos clássicos americanos e italianos e, mais recentemente, às mais sensuais atrizes da história do cinema.

O conhecido crítico marca presença a cada sessão para apresentar ao público as obras em projeção.

Nov 22 Qua
Comunidade Portuária de Setúbal
Comunidade Portuária de Setúbal @ Sala Principal

Conferência organizada pela Comunidade Portuária de Setúbal e dedicada ao tema “Porto de Setúbal – Uma solução para a região de Lisboa | Mais Capacidade, Maior Competitividade”.

A conferência tem o objetivo de dar mais um contributo para a reafirmação das capacidades do Porto de Setúbal no sistema portuário nacional e, mais especificamente, na região da área metropolitana de Lisboa, nomeadamente no contexto dos investimentos anunciados para a ferrovia e no aprofundamento dos canais de navegação para permitir a entrada de navios com maior calado.

As capacidades que o Porto de Setúbal tem instaladas para os vários tipos de carga, a possibilidade de expansão na frente marítima, o facto de estar inserido numa das mais importantes zonas industriais do país com possibilidade de instalação de novas unidades, bem como o facto de se encontrar integrado em zonas logísticas de grande dimensão para além de outros terraplenos fora dos limites urbanos de Setúbal, fazem deste um dos portos mais competitivos da costa atlântica da Europa, situado no cruzamento das rotas NS e WE, podendo apresentar-se como “Uma Solução para a Região de Lisboa”.

Consulte o programa completo nesta ligação

Mais informações em www.portodesetubal.pt

Nov 24 Sex
Messias
Messias @ Sala Principal

Messias (vocalista, compositor e guitarrista) viu as suas canções entrarem para o TOP10 da revista internacional “Blues Matters”, que o projetou para o mundo e para consequentes espetáculos em Nova Iorque, Canes, Kiev, Odessa, Madrid, etc.

Viu agora em 2017 o seu trabalho ser selecionado para representar Portugal no Festival Europeu de Blues, em Horsens, na Dinamarca.

Com as suas composições ao estilo do blue-eyed soul, foi influenciado pelos grandes guitarristas do género, acabando por desenvolver uma maneira “singular” de tocar guitarra, o finger picking.

Neste espetáculo apresenta temas de sua autoria que integram o último disco e também alguns dos grandes clássicos do blues e rock’n'roll.

Ao ouvirem a sua voz os fãs apelidaram-no de “Hot Tone” e esta foi a origem do nome da banda que o acompanha.

Nov 25 Sáb
Dança para Todos
Dança para Todos @ Sala Principal

Pelo terceiro ano consecutivo a Associação Oridanza – Cultura em Movimento organiza, em parceria com a Câmara Municipal de Setúbal, a Gala de Danças Sociais “Dança para todos”.

Esta iniciativa visa apoiar os projetos de dança inclusiva e dança comunitária que são desenvolvidos por instituições locais, nomeadamente os projectos de dança inclusiva da APPACDM – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental.

As receitas da bilheteira revertem, na totalidade, para esses projetos da APPACDM.

Nov 26 Dom
Um dia de aniversários com… grandes clássicos
Um dia de aniversários com... grandes clássicos @ Sala Principal

Para assinalar o seu primeiro aniversário, o Coro Setúbal Voz junta-se ao Coral Infantil de Setúbal, que, nesta data, comemora o seu 38.º aniversário.

Em conjunto, homenageiam os “Grandes Clássicos” através de alguns dos mais alegres coros de ópera, como Verdi, Puccini ou Rossini.

Desta forma, num grande concerto, que conta também com a colaboração do Coro Feminino TuttiEncantus, vamos ter oportunidade de reviver temas intemporais, para coro e orquestra, dos grandes compositores de música clássica.

O Coro Setúbal Voz é dirigido por Jorge Salgueiro. O Coral Infantil de Setúbal e o Coro Feminino TuttiEncantus são dirigidos por Nuno Batalha.

O concerto conta, ainda, com a colaboração da soprano Carmen Matos e da Orquestra de Cordas do Conservatório Regional de Setúbal, conduzida por Raúl Avelãs.

Nov 27 Seg
Frankenstein Junior
Frankenstein Junior @ Sala Principal

Herdeiro do castelo do seu avô na Transilvânia, o jovem Dr. Frankenstein descobre um manual que explica como reanimar um corpo sem vida.

Com a assistência do corcunda Igor e da curvilínea Inga, cria um monstro que apenas quer ser amado.

“Grandes Cómicos, Grandes Comédias” dá o mote à atual masterclass que o cineasta e crítico cinematográfico Lauro António traz ao Fórum Municipal Luísa Todi.

Mais de meia centena de obras estão em destaque ao longo do programa dinamizado durante o ano. Este é o quarto ciclo que Lauro António apresenta em Setúbal, depois de séries dedicadas aos clássicos americanos e italianos e, mais recentemente, às mais sensuais atrizes da história do cinema.

O conhecido crítico marca presença a cada sessão para apresentar ao público as obras em projeção.

Nov 28 Ter
Pocahontas (Escolas)
Pocahontas (Escolas) @ Sala Principal

O programa Fórum Miúdos apresenta a produção da companhia Yellow Star Company “Pocahontas”, um espetáculo encenado por Paulo Sousa Costa e João Didelet.

Era uma vez índia chamada Pocahontas que pertencia à tribo dos Powathans, na Virgínia, no continente americano.

Pocahontas era uma menina bastante meiga, mas muito independente e rebelde, uma verdadeira dor de cabeça para o seu pai, o Chefe Powhatan.

Na tribo índia e em todo o continente viviam-se tempos conturbados devido à invasão dos colonos ingleses, que se estavam a apoderar dos terrenos dos Powhatan.

Um dia, vários colonos foram capturados pelos índios e o Grande Chefe Powhatan sentenciou-os à morte. Seriam executados na lua seguinte.

No momento exato da execução Pocahontas interrompe a cerimónia e implora a seu pai que não cometa a barbárie. Segundo ela, a violência só irá gerar mais ódio e mais violência.

O Chefe Powhatan acede ao pedido da filha. Entre os colonos sentenciados à pena capital estava John Smith que, depois de ver a sua vida poupada, jura amizade eterna e, em especial, a Pocahontas. Desta amizade irá surgir uma intensa história de amor, que irá esbarrar no preconceito racial entre dois povos com motivações distintas.

Dez 1 Sex
Pocahontas
Pocahontas @ Sala Principal

O programa Fórum Miúdos apresenta a produção da companhia Yellow Star Company “Pocahontas”, um espetáculo encenado por Paulo Sousa Costa e João Didelet.

Era uma vez índia chamada Pocahontas que pertencia à tribo dos Powathans, na Virgínia, no continente americano.

Pocahontas era uma menina bastante meiga, mas muito independente e rebelde, uma verdadeira dor de cabeça para o seu pai, o Chefe Powhatan.

Na tribo índia e em todo o continente viviam-se tempos conturbados devido à invasão dos colonos ingleses, que se estavam a apoderar dos terrenos dos Powhatan.

Um dia, vários colonos foram capturados pelos índios e o Grande Chefe Powhatan sentenciou-os à morte. Seriam executados na lua seguinte.

No momento exato da execução Pocahontas interrompe a cerimónia e implora a seu pai que não cometa a barbárie. Segundo ela, a violência só irá gerar mais ódio e mais violência.

O Chefe Powhatan acede ao pedido da filha. Entre os colonos sentenciados à pena capital estava John Smith que, depois de ver a sua vida poupada, jura amizade eterna e, em especial, a Pocahontas. Desta amizade irá surgir uma intensa história de amor, que irá esbarrar no preconceito racial entre dois povos com motivações distintas.