30 Março 21:00
Os Monstros

Onde: Sala Principal

Custo: Entrada livre

Os Monstros (cartaz) Título: Lauro António Masterclass: “Os Monstros" (I Mostri)
Sinopse: Os mitos dos anos 60 satirizados em 20 episódios
Realização: Dino Risi
Com: Ugo Tognazzi, Vittorio Gassman, Lando Buzzanca
Género: Comédia
Ano: 1963
Duração: 117 min
IMDB: 7,6
Agenda: 30 de março, segunda-feira, 21h00
Bilhetes: Entrada livre
Outras Informações: M/12. Ciclo Lauro António - Masterclass de História do Cinema "A Idade de Ouro do Cinema Italiano" (anos 40 aos anos 70)

“Os Monstros” é uma compilação de vinte histórias nas quais alternam Vittorio Gassman e Ugo Tognazzi para satirizar os mitos e as contradições da sociedade italiana dos anos 60.

Inspirado na realidade quotidiana daquela época, o desfile de personagens absolutamente mordaz como um pai que ensina o filho a enganar o próximo; o advogado aldrabão; a patrona dos prémios literários cujo único objetivo é cobiçar os jovens letrados; um ator famoso que demonstra querer ajudar um colega, mas na realidade não tem qualquer intenção de o fazer; uma idosa que é raptada por um realizador para satisfazer os seus caprichos intelectuais; um mendigo que sabe que o seu companheiro cego pode ficar curado mas prefere que ele não se submeta à cura e um homem que convence a amante de que a vai deixar para o bem dela.

Esta obra cinematográfica, com argumentos de Ettore Scola, Scarpello, Ruggero Maccari e Age, foi a segunda a gerar mais receita em Itália entre os anos de 1963 e 1964.

A sessão insere-se no segundo ciclo Lauro António – Masterclass de História do Cinema, focado no tema “A Idade de Ouro do Cinema Italiano” (anos 40 aos anos 70).

Fellini, De Sica, Risi, Visconti, Rosselini e Antonioni são os realizadores escolhidos pelo crítico de cinema para retratar as três décadas em que a cinematografia italiana se destacou, impondo-se logo a seguir à II Guerra Mundial, num movimento que ficou conhecido como neorrealismo.

Como em todas as sessões, Lauro António marca presença no Fórum Municipal Luísa Todi onde comenta as obras em projeção.